Blog

Partilhamos a opinião dos especialistas

5 Benefícios da crioterapia para atletas
Tecnologia Desportiva

07 Outubro 2021

5 Benefícios da crioterapia para atletas

5 Benefícios da crioterapia para atletas

Os atletas participam continuamente numa variedade de atividades físicas durante os treinos e práticas desportivas.

Com a atividade física surge a possibilidade de lesões. De acordo com um Relatório Nacional de Estatísticas de Saúde do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, estima-se que ocorram anualmente 8,6 milhões de lesões desportivas.1 Sempre que um atleta entra em campo para praticar ou executar algum exercício, o risco de contrair uma lesão está presente.

A boa notícia é que a crioterapia - o uso do frio para tratar lesões - pode oferecer alívio e recuperação aos atletas que procuram curar-se de lesões.


5 Benefícios da Crioterapia para Atletas
A crioterapia proporciona inúmeros benefícios àqueles que procuram recuperar rapidamente de lesões ou reduzir o esforço e fadiga geral de uma atividade extenuante e exercício. Aqui estão alguns dos principais benefícios da utilização da crioterapia.


1. REDUÇÃO DA INFLAMAÇÃO
A inflamação é um processo em que o corpo direciona os glóbulos brancos para as áreas do corpo onde podem existir ameaças potenciais nomeadamente tecidos ou estruturas lesadas. Este processo pode também provocar o inchaço de partes do corpo se acumular demasiado fluido.
Com a crioterapia, os fluidos em excesso são afastados do local através do mecanismo de vasoconstrição, reduzindo o inchaço e inflamação.2


2. RECUPERAÇÃO PÓS-EXERCÍCIO
Depois do treino, os músculos do corpo precisam de tempo para recuperar.
A investigação atual sugere que o tempo de recuperação global é reduzido com a terapia de compressão a frio, permitindo aos atletas voltar rapidamente aos seus jogos e treinos.3
A terapia de compressão a frio também pode ajudar a aliviar as dores musculares e a reduzir a probabilidade de lesões musculares.


3. FLEXIBILIDADE
Por vezes, é um desafio ser tão flexível quanto se quer ser, especialmente depois de se trabalhar rigorosamente os músculos. Estudos mostram que a crioterapia pode ajudar a relaxar os músculos sobrecarregados e melhorar a flexibilidade.4 Ao concentrar-se nas áreas problemáticas, a terapia de compressão a frio pode ajudar a relaxar os músculos rapidamente.


4. REPARAÇÃO MUSCULAR E TECIDUAL
Os músculos e tecidos do corpo precisam de tempo para se repararem depois de serem colocados em situação de enorme stress mecânico. A crioterapia pode ajudar a acelerar o processo de reparação, estimulando o movimento do sangue e do fluido linfático, trazendo nutrientes e oxigénio muito necessários aos músculos e tecidos.5 Além disso, como a inflamação é reduzida, a crioterapia ajuda a acelerar a reparação e a recuperação.


5. REDUÇÃO DO TEMPO DE RECUPERAÇÃO E PREVENÇÃO DE LESÕES
O espectro da lesão está sempre presente na cabeça de um atleta. Cabe ao atleta zelar pela sua saúde e utilizar os meios disponíveis para prevenir da forma mais eficaz o aparecimento destas lesões. Quando as lesões surgem existem equipamentos e técnicas que possibilitam um retorno mais rápido e eficaz à prática desportiva. A crioterapia compressiva é eficaz podendo ajudar o corpo a curar mais rapidamente, evitar novas lesões e prevenindo recidivas.6

Previne e acelera a recuperação de lesões com a GAME READY:



game ready crioterapia


Referências Bibliográficas
1. Sheu Y, Chen LH, Hedegaard H. Sports- and recreation-related injury episodes in the United States, 2011-2014. Natl Health Stat Report 2016; (99): 1-12. https://www.cdc.gov/nchs/data/nhsr/nhsr099.pdf. Accessed April 16, 2021.
2. Wilke B, Weiner RD. Postoperative cryotherapy: risks versus benefits of continuous-flow cryotherapy units. Clin Podiatr Med Surg. 2003 Apr; 20(2): 307-22. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/12776983. Accessed April 16, 2021.
3. Waterman B, Walker JJ, Swaims C, Shortt M, Todd MS, Machen SM, Owens BD. The efficacy of combined cryotherapy compression compared with cryotherapy alone following anterior cruciate ligament reconstruction. J Knee Surg. 2012; 25, (02): 155-160. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22928433. Accessed April 7, 2021.
4. Kalli K, Fousekis K. The effects of cryotherapy on athletes’ muscle strength, flexibility, and neuromuscular control: A systematic review of the literature. J Bodyw Mov Ther. 2019. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32507142. Accessed April 16, 2021.
5. Block JE. Cold and compression in the management of musculoskeletal injuries and orthopedic operative procedures: a narrative review. Open Access J Sports Med. 2010: 105-113. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3781860. Accessed April 7, 2021.
6. Cold therapy (cryotherapy) for pain management. University of Rochester Medical Center. https://www.urmc.rochester.edu/encyclopedia/content.aspx?contenttypeid=134&contentid=95. Accessed April 16, 2021.


Deixa o teu comentário sobre este artigo

O formulário foi submetido com sucesso.
Campo de preenchimento obrigatório.
Campo de email inválido
Campo com limite máximo de caracteres
Este campo não coincide com o anterior
Campo com limite mínimo de caracteres
Ocorreu um erro na submissão, Por favor revê o formulário.

* Campos de preenchimento obrigatório.